Concurso STM 2017 – Todas as Informações

0
43
Concurso STM 2017

Concurso STM – órgão adia certame, confira nota:

Nota à imprensa

Sobre o concurso público para os cargos de analista judiciário e técnico judiciário da Justiça Militar da União (JMU), o Superior Tribunal Militar (STM) torna público e esclarece o que se segue:

1. O Edital do Concurso para provimento de cargos de analista judiciário e técnico judiciário estava previsto para ser publicado no dia 15 de setembro do ano em curso.

2. Porém, por ocasião da análise da respectiva minuta de Edital, verificou-se que, no contrato firmado entre o Superior Tribunal Militar e o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (CEBRASPE), foi previsto que a taxa de inscrição seria recolhida mediante boleto bancário, enquanto deveria ter sido consignada por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU).

3. Em virtude disso, o STM reafirma a realização do referido concurso público, esclarecendo que o edital será divulgado tão logo for resolvida a questão.

Definido  áreas de conhecimento e o número de vagas do próximo concurso

Apesar disso, o Superior Tribunal Militar (STM) já definiu a relação entre as áreas de conhecimento e o número de vagas do próximo concurso para os cargos de técnico e analista judiciário.

Atualmente as carreiras de analista e técnico tem o seguinte salário:

  • Analista: R$ 10.119,93.
  • Técnico R$ 6.167,99. 

As vagas para o cargo de Analista Judiciário serão distribuídas de acordo com o quadro abaixo:

Área/Especialidade Total de Vagas
Judiciária 5
Administrativa 1
Apoio Especializado/Análise de Sistemas 1
Apoio Especializado/Contabilidade 1
Apoio Especializado/Engenharia Civil 1
Apoio Especializado/Estatística 1
Área Apoio Especializado/Revisão de Texto 1
Total de Vagas                                                                                           11

 

Já as vagas para o cargo de Técnico Judiciário serão distribuídas de acordo com o quadro abaixo.

Área/Especialidade Total de Vagas
Administrativa 27
Apoio Especializado/Programação 3
Total de Vagas                                                                30

 

As provas serão realizadas em todas as capitais da federação, bem como nas cidades de Juiz de Fora (MG), Santa Maria (RS) e Bagé (RS), em turnos distintos para nível superior e nível médio.

A correção das provas discursivas (redações) para o cargo de Analista Judiciário se dará conforme o quantitativo abaixo:

CARGO ÁREA ESPECIALIDADE QUANTIDADE DE REDAÇÕES A SEREM CORRIGIDAS
Analista Judiciário Judiciária 750
Administrativa 300
Apoio especializado Análise de Sistemas 300
Contabilidade 150
Engenharia Civil 50
Estatística 50
Revisão de Texto 50

Vagas Concurso STM 2017

Os aprovados poderão ser convocados para tomar posse em qualquer cidade onde houver vaga para o cargo/especialidade, e onde estão sediados o Superior Tribunal Militar e as Auditorias da Justiça Militar da União, quais sejam: Rio de Janeiro/RJ, São Paulo/SP, Juiz de Fora/MG, Porto Alegre/RS, Santa Maria/RS, Bagé/RS, Curitiba/PR, Salvador/BA, Recife/PE, Fortaleza/CE, Belém/PA, Manaus/AM, Campo Grande/MS e Brasília/DF.

As nomeações para as vagas previstas em Edital se darão ao longo do prazo de validade do concurso, respeitada a disponibilidade orçamentária.

Poderá haver nomeações do cadastro de reserva e, mediante consulta,  aproveitamento da lista de aprovados por outros órgãos do Poder Judiciário da União.

Outras Informações

Em 1º de agosto de 2017 o Superior Tribunal Militar (STM) publicou no Diário Oficial da União (DOU) o extrato de contrato  celebrado com o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), como banca organizadora do Concurso STM 2017. 

Veja abaixo a publicação:

Último Concurso 

O último certame do STM foi realizado em 2010 pela banca Cespe/Unb.

As oportunidades foram abertas para os seguintes cargos/especialidades:

Nível superior:

  • Analista Judiciário – Área Administrativa
  • Analista Judiciário – Área Judiciária
  • Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Execução de Mandatos
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Engenharia Civil
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Engenharia Elétrica
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Engenharia Mecânica
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Psicologia
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Administração
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Arquitetura
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Economia
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (Clínica Médica)
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (Geriatria)
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Enfermagem
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Análise de Sistemas
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Biblioteconomia
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Arquivologia
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Restauração
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Revisor de Textos
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Comunicação Social
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Contabilidade
  • Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Estatística

Nível médio:

  • Técnico Judiciário – Área Administrativa
  • Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Contabilidade
  • Técnico Judiciário – Área Administrativa – Segurança
  • Técnico Judiciário – Área Administrativa – Telecomunicações e Eletricidade
  • Técnico Judiciário – Área Administrativa – Mecânica
Aplicação das últimas provas

A prova objetiva do último certame foi de caráter eliminatório e classificatório, e valeu 120 pontos.  

As questões foram no modelo CERTO ou ERRADO.

Para o cargo de analista judiciário, ainda foi aplicada a prova discursiva (redação), valendo 10 pontos.

O cargo de técnico judiciário, na especialidade de Segurança, ainda teve teste de aptidão física para os candidatos aprovados nas provas objetivas.