Concurso Correios 2017

0
79
Concurso Correios 2017

A EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS, tornou pública, no Diário Oficial da União desta quinta-feira, dia 05 de outubro, a realização de concurso público para o provimento de vagas e formação de cadastro em diversos cargos.

Detalhes concurso Correios 2017:

  • Concurso: Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (Concurso Correios)
  • Banca organizadora: Iades
  • Cargos: Diversos
  • Escolaridade: Nível médio técnico e superior
  • Número de vagas: 88
  • Remuneração: até R$ 4 mil
  • Inscrições: Entre 9 e 05 de novembro de 2017
  • Taxa: R$ 50 ou R$ 70
  • Data da prova: 10 de dezembro de 2017

Provas Concurso Correios 2017

A primeira fase do certame será constituída de provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos.

A segunda fase do concurso público, denominada de pré-admissional, será constituída de comprovação de requisitos, análise de perfil profissional e realização de exames médicos admissionais.

Atenção! As inscrições foram prorrogadas até 05 de novembro e as provas adiadas para 10 de dezembro de 2017.

O candidato aprovado em todas as fases do concurso público será admitido sob o regime da Consolidação das Leis do Trabalho – CLT mediante Contrato de Experiência (art. 443, § 2º e art. 445, parágrafo único, do Decreto-Lei N.º 5.452, de 1º de maios de 1943 e alterações posteriores). Nesse período será avaliada, para efeito de conversão ao Contrato por Prazo Indeterminado, a adequação do candidato ao cargo e o desempenho obtido nas atividades vinculadas, inclusive nos treinamentos que o cargo exigir, conforme os critérios de avaliação de desempenho utilizados pelos CORREIOS.

Benefícios oferecidos pelos CORREIOS:

a) o Plano de Cargos, Carreiras e Salários – PCCS;

b) a possibilidade de desenvolvimento profissional;

c) os benefícios: vale alimentação/refeição; vale transporte; auxílio creche ou auxílio babá; auxílio para filhos dependentes com deficiência, todos condicionados à previsão no Acordo Coletivo de Trabalho e aos critérios estabelecidos pelas normas internas dos CORREIOS e legislação pertinente; e

d) possibilidade de adesão ao Plano de Previdência Complementar – POSTALPREV, por intermédio do Instituto de Seguridade Social do CORREIOS – POSTALIS.

O concurso público terá a validade de 1 (um) ano, contados a partir da data de sua homologação, podendo ser prorrogado por uma única vez por igual período, e destina-se ao provimento de vagas existentes ou que venham a existir nas localidades citadas no edital.

As vagas são para as cidades de Brasília (DF), Rio Branco (AC), Maceió (AL), Manaus (AM), Macapá (AP), Salvador (BA), Fortaleza (CE), Vitória (ES), Goiânia (GO), São Luís (MA), Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Belém (PA), João Pessoa (PB), Recife (PE), Teresina (PI), Curitiba (PR), Rio de Janeiro (RJ), Natal (RN), Porto Velho (RO), Boa Vista (RR), Porto Alegre (RS), São José (SC), Aracaju (SE), Bauru (SP), São Paulo (SP) e Palmas (TO).

Confira os cargos do Concurso Correios 2017

Auxiliar de Enfermagem do Trabalho Júnior

Requisitos para Auxiliar de Enfermagem do Trabalho Júnior: Diploma ou certificado de conclusão do Ensino Médio expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. Diploma ou certificado de conclusão, devidamente registrado, de curso de Auxiliar de Enfermagem do Trabalho ou de Curso Técnico de nível Médio em Enfermagem e certificado de conclusão de curso de qualificação de Auxiliar de Enfermagem do Trabalho, ambos expedidos por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. Registro profissional como Auxiliar de Enfermagem do Trabalho e comprovante de regularidade no Conselho Regional de Enfermagem.

Salário inicial: R$ 1.876,43.

Jornada de Trabalho: 8 (oito) horas diárias e 220 (duzentos e vinte) horas mensais.

Atribuições: (1) auxiliar na elaboração e implementação do Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional da Empresa (PCMSO), conforme legislação vigente; (2) auxiliar na realização de procedimentos médicos (exames, curativos, imobilizações, esterilizações, etc.), manipulando aparelhos e ministrando medicamentos, sob prescrição médica; (3)auxiliar na supervisão de exames de saúde, para fins de admissão, retorno ao trabalho, demissão, mudança de função e periódico; entre outras tarefas.

Técnico em Segurança do Trabalho Júnior

Requisitos: Diploma ou certificado de conclusão do Ensino Médio expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. Diploma ou certificado de conclusão, devidamente registrado, de curso técnico de nível médio em Segurança do Trabalho expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. Registro profissional como Técnico de Segurança do Trabalho e comprovante de regularidade expedido pelo Ministério do Trabalho.

Salário inicial: R$ 2.534,14

Jornada de trabalho: 8 (oito) horas diárias e 220 (duzentos e vinte) horas mensais.

Atribuições: (1) executar as atividades ligadas à segurança e higiene do trabalho, utilizando métodos e técnicas científicas, observando dispositivos legais e institucionais que objetivem a eliminação, controle ou redução permanente dos riscos de acidentes do trabalho e a melhoria das condições do ambiente, para preservar a integridade física e mental dos empregados; (2) promover e participar de debates, encontros, campanhas, seminários, palestras, reuniões, treinamentos e utilizar outros recursos de ordem didática e pedagógica com o objetivo de divulgar as normas de segurança e higiene do trabalho, assuntos técnicos, administrativos e prevencionistas, visando evitar acidentes do trabalho, doenças profissionais e do trabalho; (3) elaborar informativos, normas, pareceres técnicos, relatórios, gráficos, quadros, tabelas e outros documentos sobre acidente do trabalho e higiene e segurança do trabalho, comunicando os resultados de suas inspeções; entre outras.

Enfermeiro do Trabalho Júnior

Requisitos: Diploma ou certificado de conclusão de Bacharel no curso superior de graduação em Enfermagem. Curso de especialização em Enfermagem do Trabalho, em nível de pós-graduação, reconhecido pelo Ministério da Educação. Possuir registro no Conselho Regional de Enfermagem e estar em dia com as obrigações legais junto a esse órgão.

Salário inicial: R$ 4.689,13 (quatro mil, seiscentos e oitenta e nove reais e treze centavos) mensais.

Jornada de trabalho: 6 (seis) horas diárias e 180 (cento e oitenta) horas mensais.

Atribuições: (1) executar e orientar a realização de procedimentos de saúde (exames, curativos, imobilizações, esterilizações, vacinações, coleta de material para exames laboratoriais) compatíveis com sua qualificação, manipulando aparelhos e ministrando medicamentos, sob prescrição médica; (2) desenvolver, analisar e orientar estudos, pesquisas, projetos e sistemas que visem à melhoria contínua dos processos, com o nível de absenteísmo, levantamento de doenças profissionais, possíveis relações com as atividades funcionais, visando obter a continuidade operacional e o aumento da produtividade; (3) elaborar relatórios gerenciais do PCMSO objetivando a melhoria dos seus indicadores de saúde ocupacional; entre outras funções.

Engenheiro de Segurança do Trabalho Júnior

Requisitos: Diploma ou certificado de conclusão de Bacharel no curso de graduação de ensino superior em Engenharia ou Arquitetura, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. Certificado de conclusão de curso de especialização em Engenharia de Segurança do Trabalho, em nível de pós graduação, reconhecido pelo Ministério do Trabalho. Registro profissional e comprovante de regularidade no respectivo Conselho de classe. Registro profissional como Engenheiro de Segurança do Trabalho expedido pelo Ministério do Trabalho.

Salário inicial: R$ 4.903,05 (quatro mil, novecentos e três reais e cinco centavos) mensais.

Jornada de trabalho: 6 (seis) horas diárias e 180 (cento e oitenta) horas mensais.

Atribuições: (1) orientar e executar tecnicamente os serviços de Engenharia de Segurança do Trabalho; (2) estudar as condições de segurança dos locais de trabalho e das instalações e equipamentos, com vistas especialmente aos problemas de controle de risco, controle de poluição, higiene do trabalho, ergonomia, proteção contra incêndio e saneamento, supervisionando e vistoriando as referidas condições, com proposição de ações preventivas e corretivas; (3) planejar e desenvolver a implantação de técnicas relativas a gerenciamento e controle de riscos; (4) vistoriar, avaliar, realizar perícias, arbitrar, emitir parecer, laudos técnicos e indicar medidas de controle sobre grau de exposição a agentes agressivos de riscos físicos, químicos e biológicos, tais como poluentes atmosféricos, ruí- dos, calor, radiação em geral e pressões Anormais, caracterizando as atividades, operações e locais insalubres e perigosos; entre outras tarefas.

Médico do Trabalho Júnior

Requisitos: Diploma ou certificado de conclusão de Bacharel no curso de graduação de ensino superior em Medicina, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério da Educação. Certificado de conclusão de curso de especialização em Medicina do Trabalho, em nível de pós-graduação, ou certificado de residência médica em área de concentração em saúde do trabalhador ou denominação equivalente, reconhecida pela Comissão Nacional de Residência Médica, do Ministério da Educação, ambos ministrados por instituição que mantenha curso de graduação em Medicina. Registro profissional e comprovante de regularidade no Conselho de Classe.

Salário inicial: R$ 4.903,05 (quatro mil, novecentos e três reais e cinco centavos) mensais.

Jornada de trabalho: 4 (quatro) horas diárias e 120 (cento e vinte) horas mensais.

Atribuições: (1) elaborar, conforme legislação vigente, o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional da Empresa (PCMSO), estabelecendo as diretrizes e as responsabilidades; (2) coordenar a realização dos exames de natureza médica, previstos no PCMSO, tais como admissional, periódico, retorno ao trabalho, mudança de função e demissional, bem como encarregar os mesmos a profissional médico familiarizado com os princípios da patologia ocupacional e suas causas, cumprindo os requisitos legais; (3) desenvolver, coordenar, analisar, fiscalizar e orientar estudos, pesquisas, projetos e sistemas que visem à melhoria contínua dos processos; entre outras funções.

Inscrição Concurso Correios 2017

As inscrições no concurso dos Correios 2017 serão realizadas no site oficial da organizadora do concurso (http://www.iades.com.br) até as 22 horas do dia 05 de novembro de 2017. O valor da taxa de inscrição entre R$50,00 e R$70,00. O pagamento da taxa deverá ser efetuado até o dia 26 de outubro de 2017.

 

Edital Concurso Correios 2017

Confira o Edital Concurso Correios 2017 publicado no DOU >> Edital do Concurso dos Correios 2017

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here