educação alunas da setrem vencem concurso nacional de astronomia 2014 tres de maio rs

educação alunas da setrem vencem concurso nacional de astronomia 2014 tres de maio rs

Já pensou em fotografar um objeto a bilhões de quilômetros da Terra e Ainda visitar instalações de observatórios profissionais? Quatro alunos vão realizar esse sonho. Eles foram os grandes vencedores do concurso de astronomia promovido pelo Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA) em parceria com a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). O programa contou com a participação de 561 estudantes que enviaram 409 projetos.

Premiação será entregue em Minas Gerais. Trabalho teve o apoio da professora Lilian Stoll.

Emanuela, Lílian Stoll e Ana Vitória felizes com a conquista

As alunas do 8º ano do Centro de Ensino Médio SETREM, Emanuela da Silva Foletto e Ana Vitória Foletto Lasch, ambas com 13 anos, são as grandes vencedoras do Concurso de Astronomia para Estudantes 2014 promovido pelo Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA). O concurso premiou os estudantes brasileiros autores das melhores propostas com uma imagem digital de alta resolução do objeto astronômico indicado, feita com o Telescópio SOAR do Chile por astrônomos profissionais. Para participar do pci concursos, as estudantes contaram com o apoio da professora de Astronomia Lilian Maria Christmann Stoll. O resultado final do concursos abertos foi divulgado na manhã desta quarta-feira, 26. A familia da aluna fez vaquinha e ate jogou na lotofácil para arrecadar dinheiro.

O concurso aberto aconteceu em setembro e teve a participação dos alunos das 8ª séries e 8º anos da SETREM. As turmas realizaram pesquisa de objeto astronômico interessante e cientificamente belo para ser observado com o Telescópio SOAR com base no interesse científico e no apelo visual do objeto. A segunda etapa consistiu no envio de um texto justificando a escolha pelo objeto analisado. Na terceira etapa, cada membro da Comissão Julgadora selecionou as dez melhores propostas de objeto interessante cientificamente com justificativa bem escrita, bem pesquisada e com argumentos originais, de cada categoria. Na última etapa, a Comissão analisou as três propostas de cada categoria que foram mais bem avaliadas por todos e selecionou a proposta mais bem apresentada de cada categoria.

O trabalho de Ana e Emanuela, intitulado “Galáxia NGC 2207””Galáxia NGC 2207” conquistou o primeiro lugar entre os inscritos na categoria destinada aos estudantes do Ensino Fundamental. Foram aceitas 409 propostas: 284 do Ensino Fundamental e 125 do Ensino Médio, envolvendo 561 estudantes com idades entre 10 e 18 anos. Como prêmio, a escola receberá a visita de um astrônomo do LNA, que em 2015 irá proferir uma palestra sobre o Laboratório e o Telescópio SOAR e sobre o objeto astronômico escolhido. Ana e Emanuela visitarão as instalações do LNA em Itajubá e conhecerão o Observatório do Pico dos Dias em Brazópolis, ambas em Minas Gerais. “É uma alegria muito grande receber uma notícia assim. A conquista desta premiação é a resposta ao incentivo, empenho e dedicação das alunas que se esmeraram na realização deste trabalho e hoje estão colhendo os seus resultados. Estou muito orgulhosa com a participação de todas as turmas e em especial pela conquista do primeiro lugar. Parabéns turmas!”, afirma Lílian.

E os vencedores do ensino médio foram Maria Inês Arruda Gonçalves e Matheus Valença Correia, ambos de 18 anos, que optaram pela Galáxia NGC 1300, cursam, respectivamente, o 3º e o 4º anos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Pernambuco (IFPE), em Recife, e foram coordenados pelo professor Guilherme Pereira da Silva. Como premiação, os alunos do ensino médio, acompanhados de seu professor, vão conhecer as instalações do Telescópio SOAR nos Andes chilenos.

O concurso “Escolha um Objeto Astronômico para ser observado com o Telescópio SOAR” é destinado a estudantes que estejam entre o 6º ano do ensino fundamental e o último ano do ensino médio. Os jovens sugerem um objeto do universo para ser fotografado digitalmente e justificam a opção com base no interesse científico e no apelo visual.

Além de ganharem um quadro com a imagem da galáxia eleita, feita pelo SOAR, as escolas dos vencedores vão receber a visita de pesquisadores do LNA, que irão proferir uma palestra sobre as atividades realizadas nos laboratórios e sobre os objetos astronômicos escolhidos.

Os jovens classificados em segundo e em terceiro lugares no concurso receberam um certificado de Honra ao Mérito. E todos os demais ganharam certificados de participação. Além disso, os professores ganharam kits de material de divulgação científica dos institutos de pesquisa da Subsecretaria de Coordenação das Unidades de Pesquisa (SCUP) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI).

OBA

Para quem deseja participar de eventos ligados às ciências espaciais, a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) abrirá suas inscrições a partir de janeiro, para escolas que ainda não se cadastraram. A prova da 18º edição da olimpíada acontecerá no dia 15 de maio de 2015. Todos os jovens serão convidados para o Concurso que o LNA vai promover em 2015 e os melhores classificados poderão integrar a equipe brasileira para representar o país nas olimpíadas internacional e latino-americana, além de participarem das Jornadas Espacial e de Jornada de Foguetes, caso participem também da IX Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG).

Mais informações em: www.oba.org.br

Curiosidades

O Telescópio SOAR (SOuthern Astrophysical Research Telescope) tem abertura de 4,2 metros e foi projetado para produzir imagens de qualidade melhor que as de qualquer outro observatório do mundo em sua categoria. Está situado em Cerro Pachón, uma montanha dos Andes Chilenos com altitude de 2.700 metros acima do nível do mar. Foi financiado por um consórcio entre o Brasil (representado pelo MCTI), o National Optical Astronomy Observatory (NOAO), a Universidade da Carolina do Norte (UNC) e a Universidade Estadual de Michigan (MSU). Mais informações na página web do SOAR.

O Brasil é o parceiro majoritário, com direito a 31% do tempo de observação. O Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA/MCTI) é escritório brasileiro do Telescópio SOAR, sendo responsável pelo gerenciamento do acesso dos astrônomos brasileiros ao SOAR e pelas operações científicas do tempo brasileiro.

Telescópio SOuthern Astrophysical Research Telescope está situado em Cerro Pachón, nos Andes Chilenos
O instrumento que será usado para fazer a imagem digital do objeto astronômico da proposta vencedora das alunas da SETREM é o espectrógrafo e imageador Goodman. Esta é a segunda edição do concurso e está sendo promovido pelo LNA/MCTI e pela OBA, com apoio da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB).
Localização
Localização de Três de Maio no Rio Grande do Sul

Fonte/Fotos: Ana Cláudia Damasceno – Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) / SETREM

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *